Sepultamento de pessoa vítima de Covid-19 no Cemitério de Irajá, na Zona Norte do Rio - Foto: Jorge Hely/ Framephoto/Estadão Conteúdo

O município do Rio voltou a registrar aumento no número de sepultamentos por Covid-19 após queda do índice observada no último mês. Só nessa primeira metade de dezembro, a Capital Fluminense teve uma média de 53 enterros por dia. No mês de novembro, esse número ficou em torno de 29 sepultamentos diários.

Taxa de ocupação de leitos

A taxa de ocupação de leitos de UTI na rede municipal de saúde já está em 100%. No Estado, há apenas cerca de 20% de leitos disponíveis. Ao mesmo tempo, mais de 200 pessoas aguardam na fila para a transferência para um leito de UTI.

A rede particular também preocupa. 98% dos leitos estão ocupados nas unidades particulares da cidade do Rio.

O último boletim divulgado pela Secretaria Estadual do Rio de Janeiro mostra que o RJ contabiliza 23.722 óbitos por Coronavírus e 389.125 casos confirmados. Há ainda 446 óbitos em investigação e 2.402 foram descartados. Entre os casos confirmados, 357.824 pacientes se recuperaram da doença.

Taxa de contágio por COVID-19 aumenta no Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro enfrenta uma nova onda de aceleração no contágio pelo coronavírus. Na quinta-feira (10/12), a taxa de contágio da doença, de acordo com nota técnica divulgada pelo Grupo de Trabalho (GT) Multidisciplinar para Enfrentamento da COVID-19, era de 1,45 na cidade do Rio de Janeiro e de 1,33 no estado.

Guilherme Travassos, membro do GT e professor do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia (Coppe/UFRJ), explica que a curva de contágio passou por uma pequena queda nos últimos meses, mas com a reabertura e a diminuição dos cuidados por parte da população, o Rio enfrenta um novo pico.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui