Pedro Fernandes é afastado da Secretaria Estadual de Educação

Secretário Estadual de Educação está em prisão domiciliar, ele é acusado de organização criminosa, fraudes licitatórias, peculato, corrupção ativa, corrupção passiva e lavagem de capitais

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Pedro Fernandes (Foto: Reprodução)

O Secretário Estadual de Educação Pedro Fernandes foi afastado do cargo por 15 dias. A decisão foi publicada pelo governador em exercício Cláudio Castro, na edição desta quarta-feira (16/09).

Pedro Fernandes foi alvo da Operação Catarata, do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) e da Polícia Civil, que investigou supostos desvios em contratos de assistência social, entre os anos 2013 e 2018. Ele cumpre prisão domiciliar desde a última sexta-feira (11/09), Quem responde interinamente pela pasta é a subsecretária Cláudia Lasry.

Fernandes foi denunciado por crimes de organização criminosa, fraudes licitatórias, peculato, corrupção ativa, corrupção passiva, lavagem de capitais, além do crime de embaraçar investigação de organização criminosa.

Advertisement

A defesa do secretário afirmou que ele é inocente e que ele se coloca à disposição da Justiça.

Também nesta quarta-feira (16/09), Castro promoveu mais mudanças administrativas no Estado.


Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Pedro Fernandes é afastado da Secretaria Estadual de Educação
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui