PM do RJ terá ‘estatuto’ para regular blitzes, anuncia Castro

De acordo com o governador, medida é necessária para tentar evitar ''erros'' que vêm sendo cometidos e instruir tanto os próprios agentes quanto a população

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Cláudio Castro - Foto: Rafael Campos/Governo do RJ

O governador Cláudio Castro (PL) anunciou, nesta quinta-feira (21/09), que o Rio de Janeiro terá um ”estatuto” para regular as blitzes da Polícia Militar em todo o estado.

A medida acontece em meio a mortes recentes de crianças em operações em favelas cariocas – Thiago, de 13 anos, na Cidade de Deus, na Zona Oeste; e Wendell, de 17, e Eloáh, de 5, no Morro do Dendê, na Ilha do Governador, Zona Norte.

”Conversamos muito sobre a questão das blitzes no RJ. Tem muito erro. A população está sofrendo com erros ou de agentes ou até mesmo erro normativo”, disse Castro, antes de complementar a explicação.

”Criaremos uma lei específica, um estatuto, para que possamos regular, para que o cidadão saiba os seus direitos e deveres, para que os agentes saibam seus direitos e deveres, e que a gente possa fazer da blitz uma forma de a população estar segura, e não de ser prejudicada. Não dá para a população sentir insegurança com algo que veio para melhorar a vida dela”, concluiu.

Advertisement

Curso de reciclagem

No fim de agosto, a PM do RJ iniciou um treinamento focado em melhorias nas abordagens e na redução de danos em operações. Inicialmente, o curso foi destinado a agentes envolvidos em ocorrências que resultaram em óbito ou lesão corporal grave.

”Estamos intensificando as instruções em cima dos nossos protocolos. Palestras vão ser intensificadas, treinamentos vão ser intensificados sempre, procurando condicionar melhor o nosso policial militar”, garantiu o secretário estadual de Polícia Militar, coronel Luiz Henrique Pires.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp PM do RJ terá 'estatuto' para regular blitzes, anuncia Castro
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui