Porto Maravilha atrai novos moradores com infraestrutura, boemia e arte

Região central do Rio de Janeiro vem se desenvolvendo e virando cada vez mais uma referência única que une arte, cultura, gastronomia e opção de moradia para os cariocas

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Fachada do Kobra e Vlt no Porto Maravilha • Foto: Rafa Pereira, Diário do Rio

A combinação de arte, cultura, lazer, serviços, segurança e mobilidade tem feito da Região do Porto Maravilha uma queridinha dos cariocas e turistas. O trecho formado pelos bairros da Gamboa, Saúde e Santo Cristo tem se consolidado como uma opção de moradia para quem busca um local que reúne todos esses atrativos bem no centro da cidade, onde o transporte é farto e a proximidade da zona mais turística da cidade é uma vantagem.

A área já conta com ícones que fazem parte do roteiro da Cidade Maravilhosa, como a roda gigante Yup Star Rio, a maior da América Latina, que confere ao visitante a chance de apreciar uma das vistas mais bonitas de toda a cidade. Vizinho da Star Rio, fica o AquaRio, maior aquário marinho da América do Sul, mais de 10 mil animais, de 350 espécies. E tem atrações culturais interessantes como o Cais do Valongo, ícone da memória negra do país, o Cemitério dos Pretos Novos e toda a imensa riqueza histórica e cultural do Centro Histórico.

Antes cinza e sem vida, o Porto Maravilha hoje é reconhecido pela agitação e pelas cores vibrantes que podem ser avistadas de muito longe. Esse cenário só foi possível a partir da parceria entre o Poder Público e o artista Eduardo Kobra, que coloriu o espaço com a obra “Etnias”, maior mural de grafite do mundo que faz muito sucesso na região e é visitado por milhares de turistas anualmente.

Em constante processo de transformação, a Zona Portuária passou a abrigar o Circuito Herança Africana, na região conhecida como pequena África, que faz o resgate das nossas origens, mostrando a ancestralidade dos povos que chegaram ao Brasil durante o período da escravidão. Além de um passeio cultural, o programa é altamente enriquecedor do ponto de vista histórico e social.

Advertisement

Perto dalí, a Pedra do Sal, conhecido como santuário do samba na cidade do Rio, anima os presentes com suas tradicionais rodas, inclusive nos dias de semana. Literalmente ao lado da Pedra do Sal, fica o Largo de São Francisco da Prainha, onde o famoso “Bafo da Prainha”, um dos point boêmios mais frequentados do Rio, ao lado da sempre lotada região da Praça XV, o Largo do Guimarães e da Escadaria do Selarón.

Na Praça Mauá, que pode ser chamada do coração dessa região, ficam localizados o Museu de Arte do Rio e o Museu do Amanhã. Ambos com uma programação interativa, sensorial e cheia de tecnologia por todos os lados. Os centros culturais ainda nos brindam com uma arquitetura moderna e arrojada com o visual da Baía de Guanabara, sendo possível, pela primeira vez em quase um século, caminhar da Praça Mauá até a região do Paço Imperial, através da bucólica Orla Conde, atravessando o Boulevard Olímpico e chegando ali na porta do polo gastronômico da Praça XV, que tem restaurantes conceituados como o Rio Minho, o Sobrado da Cidade, e até o Albamar. Tudo isso passando por uma estonteante vista pro mar.

Para aproveitar todo esse universo de possibilidades, a mobilidade urbana precisa ser de primeira qualidade. Nesse quesito, o Porto caminha bem, com o VLT, veículo sobre trilhos que corta o Centro do Rio de ponta a ponta. Em breve, a área terá à disposição o Terminal Gentileza, que deverá transportar 130 mil pessoas todos os dias, integrando o BRT Transbrasil, 14 linhas de ônibus e as linhas 1 e 4 do VLT.

A localização do Porto Maravilha ainda vem sendo considerada privilegiada, por ficar próxima ao aeroporto Santos Dumont e a rodoviária, facilitando a chegada e saída dos turistas. Além de serviços, como bares, restaurantes e centros comerciais.

Com o crescimento pujante, era mais do que normal que os empreendimentos residenciais chegassem a essa parte da cidade. Os investimentos não param de acontecer e os condomínios vão começando a sair do papel. No DIÁRIO DO RIO nós mostramos frequentemente o interesse de investidores e clientes nesse trecho do Centro. Um dos mais recentes, é o da Cury Construtora, que adquiriu, no final do ano de 2023, o terreno e as estruturas inacabadas do Porto Vida Residencial, empreendimento lançado em 2013 próximo à Rodoviária do Rio. A construtora paulista ‘naturalizada carioca’ tem como objetivo transformar esses esqueletos em prédios que abrigarão 1.782 apartamentos.

Expansão do Porto Maravilha para São Cristóvão

No fim do ano passado, a Câmara Municipal aprovou o projeto que inclui o bairro de São Cristóvão na área do projeto do Porto Maravilha. Pela nova redação, em qualquer área privada de São Cristóvão será permitida a construção de imóveis residenciais, com estímulos fiscais e urbanísticos já adotados na área atual do Porto Maravilha.

A proposta também visa revitalizar e valorizar a Quinta da Boa Vista, um dos principais parques da cidade, que abriga o Museu Nacional. O bairro imperial também é famoso pelo Centro de Tradições Nordestinas e BioParque, zoológico que foi remodelado e traz novas espécies de animais, além do foco em educação ambiental. 

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Porto Maravilha atrai novos moradores com infraestrutura, boemia e arte
Advertisement
lapa dos mercadores 2024 Porto Maravilha atrai novos moradores com infraestrutura, boemia e arte
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui