Preço do aluguel no Rio registra alta no primeiro mês do ano

A diferença entre o aluguel do anúncio e o valor fechado após a negociação não tem passado de 10%; Ipanema é o bairro mais caro, e os imóveis compactos seguem sendo o melhor investimento imobiliário

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Vista aérea da orla da Barra da Tijuca - Foto: Rafa Pereira/Diário do Rio

O mercado imobiliário residencial no Rio de Janeiro começou o ano de 2023 com aumento dos preços dos novos contratos de aluguel. É o que aponta o Índice QuintoAndar de Aluguel. Em janeiro, a alta em comparação com dezembro foi de 1,45%, com o preço médio de R$ 36,73 por metro quadrado – o 17º mês consecutivo de aumento.

Entre os principais fatores para o recorde registrado está a alta temporada, que aumenta grandemente a procura de aluguéis. Como muitos contratos vencem no final do ano, há uma demanda maior por aluguel nos primeiros meses do ano, segundo especialistas. E, assim como no ano passado, regiões mais próximas do transporte público têm sido mais valorizadas, o que explica o aumento dos preços.

Assim como nos meses anteriores, os imóveis de um dormitório se destacaram positivamente e devem continuar morando no coração dos investidores imobiliários em 2023. No Rio, a alta foi de 2,52% em comparação com dezembro. No último mês, o preço médio desses imóveis foi de R$44,27 por metro quadrado. Isso significa que uma pessoa que tenha alugado um apartamento de 35 metros quadrados terá que desembolsar, em média, R$ 1.549 por mês no aluguel, sem contar o condomínio, IPTU e outras taxas.

Dados mostram também que a diferença entre o preço do anúncio e o do contrato atingiu -9,52% no Rio de Janeiro, mantendo um ciclo de estabilidade observado nos últimos meses. Isto significa que os novos aluguéis são, em média, fechados com um desconto que não chega a 10%.

Advertisement

Leia também

Pedro Paulo cada vez mais certo como vice de Eduardo Paes – Bastidores do Rio

10 coisas que só quem anda de ônibus no RJ vai entender

Além disso, um estudo de inteligência imobiliária feito pela administradora APSA, que analisa anúncios de imóveis residenciais para locação em 17 bairros do Rio de Janeiro, mostrou que no ano de 2022, o aumento médio do aluguel foi de 8,96%, chegando ao valor médio de R$ 38,05 por metro quadrado na cidade.

Diversos bairros da Zona Sul, porém, tiveram aumento bastante acima dessa média, com destaque para Ipanema, que cresceu 65,31% no ano e hoje custa R$ 117,12 o m². No bairro, o aluguel de um imóvel de 100 m² tem sido anunciado, em média, por R$ 11.712,00.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Preço do aluguel no Rio registra alta no primeiro mês do ano

Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui