Interior do Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro - Foto: Reprodução

Em meio à polêmica decisão que tornou o Brasil sede da Copa América deste ano, a Prefeitura do Rio de Janeiro anunciou, na tarde desta terça-feira, 01/06, que os jogos na cidade estão permitidos, desde que não haja público.  A final da competição pode ser disputada no Maracanã.          

“Mesmo não tendo havido consulta por parte da CONMEBOL, fica mantido o mesmo regramento que vem sendo adotado para as competições esportivas na Cidade”, diz um trecho da nota emitida pela Prefeitura.

O governador Cláudio Castro (PSC), de acordo com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), também confirmou a presença de partidas no Rio de Janeiro. Moto Grosso, Distrito Federal e Goiás também vão receber jogos da competição. Uma quinta sede ainda deve ser anunciada até o próximo dia 13/06, quando começa o Torneio.

Também nesta terça-feira, o governador de São Paulo, João Dória (PSDB), disse que o estado não vai receber partidas da competição. Dória afirmou que tomou a decisão após ouvir especialistas que estudam a pandemia causada pelo Coronavírus. Na segunda-feira, o governador havia colocado SP à disposição dos jogos.

Após o repentino anúncio de que a Copa América seria disputada no Brasil, depois da recusa de Argentina e Colômbia em sediar a competição, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Minas Gerais e Rio Grande do Sul disseram que não vão receber jogos do torneio.

1 COMENTÁRIO

  1. Sem público até que estaria tudo bem, se (e somente se) as equipes estrangeiras se submetessem à vacinação antecipadamente, e estejam imunizados todos os seus integrantes, isto é, com vinte dias da segunda.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui