Marcelo Crivella, prefeito do Rio - Foto: Reprodução/Internet

Mais um partido que disputou o primeiro turno das eleições municipais do Rio de Janeiro fechou questão sobre a fase final do pleito à Prefeitura do Rio. O PSOL declarou nenhum voto a Marcelo Crivella. A posição da legenda é a mesma de 2018, quando Eduardo Paes disputou o segundo turno contra Wilson Witzel para governador do estado do Rio de Janeiro.

Alguns membros do partido, como Eliomar Coelho, já declararam votos a Eduardo Paes.

Marcelo Freixo, nesta semana, defendeu o voto crítico a Eduardo Paes.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui