Quintino: A Melhora na Conservação do Rio de Janeiro

A Conservação está 100% no Rio de Janeiro? Não, nem nunca estará em uma megalópole. Mas Anna Laura Secco tem feito um trabalho de excelência

Gedião Jorge do Amaral Azevedo é calceteiro - Fabio Motta / Prefeitura do Rio

Para quem diz que só falo mal da Prefeitura de Eduardo Paes, é mentira, é claro que crítico. É necessário apontar as falhar, os problemas, é o nosso papel como imprensa, assim como de cidadão. Mas também acredito que precisamos aplaudir quando há um trabalho bem-feito, e tem acontecido em muitas áreas, e uma delas é na Secretaria de Conservação, comandada por Anna Laura Secco.

Obviamente o trabalho não está 100%, creio que nunca será em uma megalópole, mas há uma melhora incrível comparada com a situação deixada na gestão Marcelo Crivella. E Anna Laura vem dando sinais de que sua preocupação vai além do tapa-buraco e se mostrado uma fiscalizadora do patrimônio carioca, especialmente em concessionárias que furam calçadas e deixam Franksteins nas ruas. É multa neles! Ou religando os chafarizes da cidade há anos desligados.

Anna Laura Secco | Foto: Rafa Pereira – Diário do Rio

A contratação dos calceteiros, um déficit de décadas, é outra vitória da Secretaria. Apenas um era responsável pela manutenção das calçadas de pedras portuguesas, características desta ex-capital do Império Português, recentemente foram formados 57 profissionais. Nossa cidade deve ser uma das com mais quilômetros deste material e que precisa de um cuidado especial, ou vira uma verdadeira armadilha de mobilidade para cadeirantes, saltos, pessoas idosas, etc.

A conservação do Rio é uma luta inglória, primeiro porque o orçamento não é infinito. E em outros casos temos os cariocas que não ajudam em nada, seja pichando, destruindo o patrimônio por puro vandalismo, ou simplesmente pela falta de respeito a coisa pública. Sem esquecer a máfia dos ferros velhos que dominam a cidade do Rio, mas que sendo combatida.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui