REP Festival altera local do evento para Guaratiba e gera revolta do público

Evento de rap que conta com nomes como Matuê, L7nnon, Filipe Ret deve receber 100 mil pessoas

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Filipe Ret no palco do Rep Festival (Foto: Divulgação/ @stefflima)

Faltando dez dias para ser realizado, o REP Festival, um dos maiores eventos de música do país, anunciou, no início do mês, a mudança de local da edição de 2023. Originalmente marcado para a Barra da Tijuca, na Cidade das Artes, ao lado Terminal Alvorada, a celebração passou para Guaratiba, bairro que também fica localizado na Zona Oeste, mas a 28 km do espaço marcado. A alteração causou revolta do público que comprou entradas para a festa, que acontece nos dias 11 e 12 de fevereiro.

Evento de rap que conta com grandes nomes da cena atual, como Matuê, L7nnon e Filipe Ret, tem a expectativa de receber 100 mil pessoas nos dois dias.

Essa não foi a primeira mudança de local feita pelo evento, quando a venda de ingressos foi aberta, em outubro do ano passado, os organizadores diziam no site que antes da Cidade das Artes, o festival ficaria no Parque dos Atletas, em frente ao Riocentro. Agora, o novo endereço é perto do BRT Mato Alto.

Pra dar seguimento ao que construímos juntos, levantei uma Cidade do Rap no meio do Rio de Janeiro, pertin da natureza, longe da babilônia (pro som ficar no talo!), ergui uma estrutura p*ca, chamei grandes marcas pra somar no projeto e rapá… vamo bota pra fu**”, anunciou o perfil do festival no Instagram.

Advertisement

Leia também

Terminal Gentileza começa a operar para população; veja detalhes

Pedro Paulo cada vez mais certo como vice de Eduardo Paes – Bastidores do Rio

Nas redes sociais, internautas que compraram ingresso para o evento criticaram a mudança repentina e a falta de comunicação da produção do festival, que bloqueou os comentários no Instagram. Muitos estão tentando vender as entradas em função da alteração do local e até das chuvas que caíram recentemente no Rio, o que inviabilizaria o acesso.

Veja alguns dos comentários:

“Absurdo mudarem o REP Festival de lugar assim tão em cima da hora. Vendendo meu ingresso já”

“Pior merda q fiz foi comprar ingresso dessa bosta. Querem ganhar dinheiro em cima de tudo. Tá osso, heim!?”

“To fora do REP Festival, ainda mais com risco de chuva, mané.”

“Nunca que vou brotar em Guaratiba com o tempo assim, vendendo meu ingresso agora”.

“Tô amando o povo reclamar de ir pro Rep Festival em Guaratiba! Ainda bem que não comprei ingresso”,

“E eu que peguei um Airbnb do lado do parque dos atletas e o rep festival mudou pra Guaratiba? Eu sei lá onde fica essa p*rra, eu não sou do Rio, que desespero!”

Transporte

Outro tema que tem gerado muito debate é a questão da chegada ao festival. Para tentar conter os ânimos, o REP Festival anunciou que irá disponibilizar meios de transporte para que as pessoas cheguem ao evento: o Rep Express, que terá dois pontos de saída e o Rep Executivo, com 32 pontos de saída na cidade.

Segundo o evento, os transportes deixarão o público na porta do festival. O Rep Express irá custar 10 reais por trecho, e irá sair da Alvorada (Barra da Tijuca) e do Park Shopping, em Campo Grande. Enquanto isso, o Rep Executivo, irá custar a partir de 50 reais e sairá de diversos locais do Rio de Janeiro. O festival ainda pede para que o público não vá de BRT ou carro e que não haverá estacionamento no local.

O caso tem ganhado tanta repercussão, que a organização do evento divulgou uma carta aberta aos fãs.

Veja

Mano Rep Festival 2023,

Esta será a quarta edição do maior Festival de Rap do Brasil. Essa hora, era apenas para eu estar concentrado em entregar um evento foda no próximo final de semana para mais de 100 mil jovens apaixonados por nós, mas resolvi dar um tempinho nessa produção para abrir meu coração para você.

Só nós sabemos o que ralamos para chegar até aqui. Tivemos a ideia em 2018 lá na Rádio Mood, lembra ? Fazer o primeiro grande festival do Brasil 100% de Rap. Até então só tinha evento misturando Rap com funk, com rock, com pagode e até com sertanejo. Juntamos geral da cena que comprou o barulho com nós e em 3 semanas de divulgação lotamos a Cidade das Artes com 15 mil pessoas, capacidade máxima. No ano seguinte repetimos a dose, sipá foi ainda melhor.

Em 2021 demos aquela pausa junto com o mundo, para em 2022 nos transformar no gigante que somos hoje, assim como a cena. Rap com A” e Rep com “E” cresceram juntos e misturados. E assim juntamos 70 mil pessoas no Parque dos Atletas, antiga Cidade do Rock, no primeiro festival do país após a pandemia. Foram tantas incertezas e protocolos naquela época que ficamos noites e noites sem dormir. A gente sabe que por pouco o evento não aconteceu. Mas no final, papai do céu nos abençoou e com a ajuda do nosso público e dos artistas, entregamos um Festival histórico, repleto de momentos inesquecíveis: Matuê cantando até o raiar do sol; L7 colocando Anitta para rebolar a raba; MainStreet invadindo o palco de moto; Djonga abrindo roda no meio da galera; e teve até o Gabigol com o microfone na mão encerrando o Rep. Que isso!

A responsa aumentou ainda mais. Afinal, hoje somos o maior festival de Rap do Brasil e o 2o maior evento de música do Rio só depois do Rock in Rio, quem diria, que honra! Esse ano estaremos acolhendo 100 mil pessoas de todos os bairros do Rio, 842 municípios dos 26 estados brasileiros, e ainda 23 países brotando no Rep, fora os quase 5 mil que estarão trampando conosco.

Não podíamos de forma alguma desapontar essa galera. Já imaginou 2023 sem Rep Festival? Sem os shows dos artistas e ídolos de todo uma geração reunidos no mesmo palco? Sem ver grandes grupos de amigos curtindo juntos? Sem dar a chance do primeiro festival para alguns? Sem tantos momentos inesquecíveis e histórias pra contar? Nós, durante todo tempo, NUNCA imaginamos “sem” o Rep.

Como você sabe, quando tudo parecia calmo, novamente surgiu uma grande dificuldade a poucos dias do Festival. Não há motivos agora para procurar razões e explicações, que não há. A verdade, que alheio a nossa vontade, não teríamos mais espaço para fazer o Rep esse ano. A maioria teria desistido. Como fazer um festival desses em poucos dias? Mas nós não somos apenas uma pessoa ou empresa, somos o REP FESTIVAL! Carregamos sim bandeiras, movimento, diversidade, arte, cultura, igualdade e toda uma geração que ama o Rap. E é por tudo isso, que nós tiramos força para buscar.

Nesse momento precisamos muito da ajuda dessa galera, não daqueles “haters” pois de problema já estamos no talo, mas sim dos jovens entusiastas, gente boa, cheios de fibra e fé, amantes do Rap Nacional, e que são o futuro do nosso país. As mina, mano, cria, brother, galera, tropa, família… Queria que eles soubessem que cada mensagem de incentivo nos move a entregar o maior e melhor evento do Brasil feito exclusivamente para eles.

Precisamos da tropa unida! Emanando boas energias, vivenciando a adrenalina boa da véspera, chegando de peito aberto para curtir experiências incríveis junto com os amigos, assistindo os melhores shows da vida, e se sujarem o pisante de lama, tá tudo certo. Porque vamos fazer valer a pena! Estamos preparados, mais do que nunca, para fazer o maior Rep Festival da história, juntos e misturados.

Não vou terminar essa carta, pois o final são eles que vão contar…

Salve,

Rep Festival 2023.”

Festival teve problemas ano passado

A edição de 2022 do REP Festival já se envolveu em polêmica no ano passado. Durante a realização do evento, que aconteceu no Parque dos Atletas, em fevereiro do ano passado, os vizinhos reclamaram bastante do barulho produzido pelos shows. Segundo eles, durante o sábado e domingo, até a manhã de segunda-feira, barulho era acima de 70 dB nas sacadas dos prédios e mais que 50 dB dentro dos apartamentos.

“Disseram que multaram o organizador do evento, porém apagaram todos os comentários dos vizinhos no perfil do Instagram e bloquearam o envio de novas mensagens”, disse um morador na época que não quis se identificar.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp REP Festival altera local do evento para Guaratiba e gera revolta do público

Advertisement
lapa dos mercadores 2024 REP Festival altera local do evento para Guaratiba e gera revolta do público
Advertisement

5 COMENTÁRIOS

  1. Evento mau organizado. Literalmente atrapalhou a vida de milhares de trabalhadores que estavam voltando a noite na chuva dentro do BRT lotado, fecharam o trânsito dos dois sentidos.

  2. Fazer um festival de rap, tudo bem, acho ótimo e bem-vindo. Mas sem organização adequada não dá. Acho um risco ir pra um lugar desconhecido e longe pra cacete. Moro no Rio e acho PERIGOSO ir. Comprei o ingresso pra meu filho ir, mas ele não vai e QUERO meu dinheiro de volta. Não se pode fazer um festival de qq jeito. Resolva as questões, REP FESTIVAL!

  3. Lugar perigoso de mais tem um pessoal brabo aqui bate doido fiquei com olhos roxo costela quebrada e meu dente quebra de tanto apanhar o pessoal daqui não gosta de pessoas de festas. Não vem não emehor não arriscar eu não piso aqui nunca mais.atencao

  4. Eu conheço o lugar. Se chover vai ficar uma maravilha. Faz muita lama e vocês vão deitar e rolar curtindo essa música, se isso pode ser chamado de música. Conheço anos 70/80/90

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui