Foto: de um morador local

Localizada no município de Piraí, no Sul Fluminense, a Represa de Santana, por pouco, não foi ponto de partida de uma tragédia local. Após fortes chuvas, a barragem quase transbordou. A situação teve seu ponto crítico no último domingo, 19/05, quando as águas do Rio Paraíba do Sul alcançaram níveis altíssimos.

As águas chegaram a entrar em casas, ruas, praças, entre outras localidades.

Foto de um morador de Piraí

Após a estiagem, a situação normalizou. No entanto, o problema e a preocupação são constantes. Especialistas, em contato com o Diário do Rio, contaram que temem a falta de manutenção da represa, resultado de má gestão.

Eles destacaram, ainda, que o sistema hídrico do estado do Rio, com suas transposições, barragens e represas, tem mais de 100 anos de existência.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

No início deste ano, o Diário do Rio publicou uma matéria sobre as condições das barragens do Rio de Janeiro. O problema segue acontecendo.

Felipe Lucena

Felipe Lucena é jornalista, roteirista, redator, escritor, cronista. Filho de nordestinos, nasceu e foi criado na Zona Oeste do Rio de Janeiro, em Curicica. Sempre foi (e pretende continuar sendo) um assíduo frequentador das mais diversas regiões da cidade do Rio de Janeiro.

1 COMENTÁRIO

  1. – A nefasta cultura da irresponsabilidade com a coisa pública no país é endêmico, nenhum político ou funcionário é responsabilizado pelo descaso criminoso. A política de “tolerância zero” aplicada com sucesso em Singapura e a solução.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui