Réveillon deve movimentar R$2 bilhões na economia do Rio

Levantamento da Rio CVB aponta que quase três milhões de turistas estarão na cidade maravilhosa para a festa de fim de ano

Imagem meramente ilustrativa do Réveillon 2019 na Praia de Copacabana - Foto: Gabriel Monteiro/Secom

Após dois anos sem a tradicional festa de fim de ano devido a pandemia do Corona Virus, o Rio de Janeiro se preparar para receber o réveillon mais conhecido do Brasil, na Praia de Copacabana, na Zona Sul do Rio. Para comemorar a virada de ano com grande estilo, a Prefeitura do Rio irá disponibilizar estruturas, shows e muitos fogos para oito pontos da cidade e esse evento promete impactar positivamente a economia carioca.

Um levantamento do Rio Convention & Visitors Burenau estima que mais de dois milhões de pessoas devam comparecer à festa e a economia deve ter um movimento de R$2 bilhões de reais.

Além da famosa festa de Réveillon, o Rio também pode ter um movimento grande de visitantes nos pontos turísticos da cidade, como no Pão de Açúcar, a Roda Gigante do Rio no setor do Porto Maravilha, AquaRio, o Cristo Redentor, entre outros.

Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. Não dá para ficar calado. Fazendo uma continha rápida, significa que desses 2 bilhões de reais divididos por 2 milhões de pessoas, dá 1 mil reais por pessoa. Não sei como fazem esses cálculos, mas então tem alguém ganhando dinheiro e não é a Prefeitura. Não acredito que todas essas pessoas pretendam gastar esse valor só para a virada do ano e olhe que desses 2 milhões de pessoas a minoria é de turistas. Um economista na Alerj já falou que o Rio arrecada muito pouco de ISS com turismo.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui