Seleção de boxe do Rio aposta em diamantes de projetos sociais para garantir bons resultados no Campeonato Brasileiro Elite

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

Com 13 atletas, a seleção de boxe do Rio de Janeiro viaja na próxima semana para Brasília para a disputa do Campeonato Basileiro Elite adulto, que acontece entre os próximos dias 11 e 16, no ginásio Nilson Nelson.

Advertisement

Presidente da Federação de Boxe do Rio de Janeiro, Eduardo Cardoso exaltou o evento organizado pela Confederação Brasileira de Boxe e qualificou a competição como estratégica no projeto de ratificar o boxe fluminense como potência nacional.

“Falando de uma forma bem pragmática, hoje, no cenário do boxe olímpico, somos, juntos com os estados da Bahia e São Paulo ,referência no país, e estamos formando diversos atletas para a seleção brasileira.”, afirma Cardoso.

Um ponto a ser exaltado em relação ao sucesso do boxe do Rio de Janeiro é o fato de muitos dos atletas da nova geração serem frutos de projetos sociais, uma importante bandeira levantada pelo próprio presidente da federação.

“A gestão atual da federação aposta muito no que foi implementado em 2018, que é o poder da massificação com qualidade. Desde então, estamos fomentando esse trabalho, que consiste em mapear, organizar e capacitar.”, conclui o presidente.

Ainda de acordo com o presidente da Federação do Rio, além de inúmeros projetos sociais, a nova safra de professores de boxe do estado também vem se destacando no cenário, o que é refletido na qualidade dos novos talentos.

Eduardo Cardoso também citou o apoio que a nobre arte vem recebendo da Secretaria de Esportes e Lazer do Estado do Rio de Janeiro, que, inclusive, custeou a logística da viagem via Contrapartida Social da Lei de Incentivo. O secretário Rafael Picciani comentou sobre a ação.

“Através da Lei de Incentivo, nós temos um instrumento incrível que é a Contrapartida Social, com o objetivo de fomentar a prática esportiva, a representação dos atletas que levam a bandeira do nosso estado, e, com isso, criar um estímulo ainda maior na nossa população.”, explica Picciani.

“O boxe no Brasil é importante pela tradição, desenvolvimento de atletas, representatividade e inclusão social. Contribui para a identidade esportiva do país. Esse apoio é uma oportunidade de comprovar o quanto esse instrumento social é eficaz no fomento ao esporte e apoio aos atletas.”, completa o secretário.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Seleção de boxe do Rio aposta em diamantes de projetos sociais para garantir bons resultados no Campeonato Brasileiro Elite
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui