Sinais de trânsito do Rio terão estruturas substituídas para evitar furtos de cabos

A promessa da Prefeitura do Rio é que até o fim deste ano, 520 estruturas sejam substituídas

Condutores e pedestres sofrem com a ação de criminosos que furtam cabos dos sinais de transito na cidade / Foto: Prefeitura

Com o objetivo de frear a escalada de furtos de cabo, a Cet-Rio deu início a troca da estrutura dos sinais de trânsito na cidade. As caixas dos cabos serão concretadas e os controladores, instalados no alto do poste, que passam a contar com garras pata dificultar a ação dos criminosos na parte de cima dos semáforos. A rede de dutos e cabeamento vai ser subterrânea.

Somente entre janeiro e setembro deste ano, foram roubados mais de 60 mil metros de cabos dos sinais. O que representa um prejuízo de quase três milhões e setecentos mil reais aos cofres públicos. Este valor já representa cerca de 75% do gasto para a troca dos equipamentos no ano passado.

Furto de cabos provoca apagão em sinais de trânsito na Tijuca

Os sinais na região da Grande Tijuca, na Zona Norte, e na Região Central já foram substituídos. Na Zona Sul, as alterações já acontecem nos bairros da Glória e Copacabana, com expansão prevista para Ipanema, Leblon e Barra da Tijuca, já na Zona Oeste do Rio.  

As regiões foram escolhidas porque nessas áreas os equipamentos já estavam ultrapassados, alguns com mais de 20 anos de uso, e também pelo desgaste sofrido em função de fatores externos, como mau tempo e especialmente a maresia.  

Juntas, essas regiões somam 25% do parque semafórico da cidade, contudo são responsáveis por 38% dos chamados para serviços de manutenção

A promessa da Prefeitura do Rio é que até o fim deste ano, 520 estruturas sejam substituídas.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui