Teatro Dina Sfat e piscina da Gama Filho serão reconstruídas

Revitalização do antigo terreno da Gama Filho não se limitará ao Parque Piedade, Teatro, piscina além de investimento em educação estão planejados

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Projeto do Parque Piedade - Foto: Divulgação

A Fecomércio vai reconstruir o Teatro Dina Sfat, que existia na Universidade Gama Filho, em Piedade. A piscina olímpica do complexo também será recuperada, para atender atletas de alto rendimento e abrigar competições esportivas. Aos fins de semana, será usada pelos comerciários e conveniados ao Sesc.

As informações foram apresentadas pelo diretor da Fecomério, Fábio Soares, que participou da primeira reunião da comissão especial criada na Câmara Municipal e presidida pelo vereador Rafael Aloisio Freitas para acompanhar as obras. Segundo Soares, o projeto para a revitalização do espaço deverá estar pronto dentro de seis meses, quando será licitado. As obras têm prazo previsto de 12 a 15 meses.

Além de cultura e esporte, a Fecomércio vai investir em educação, instalando um projeto piloto de escola desenhado pelo professor Gabriel Chalita, com aulas em horário integral, do ensino infantil aos cursos técnicos. Sergio Guida, que estudou na Gama Filho, onde depois trabalhou 35 anos como professor, se emocionou com o projeto.

Não imaginava algo tão grandioso. Eu, que conheci o ministro Luiz Gama Filho, vejo no projeto as sementes da educação e do esporte que ele plantou”, disse. “É muito mais que pegar a universidade e transformar num parque, como afirmam os críticos de plantão.

Advertisement

O parque a que Guida se refere será o Parque Piedade, uma obra já iniciada pela Secretaria Municipal de Infraestrutura, que complementa o projeto da Fecomércio. De acordo com a secretária Jessick Trairi, as implosões dos antigos prédios do complexo da Gama Filho já estão avançadas.

É um projeto que vai impactar toda a Zona Norte e cujas obras nós vamos acompanhar de perto”, destacou o vereador Rafael Aloisio Freitas, presidente da comissão especial da Câmara. “O Parque Piedade será um excelente local para a Prefeitura implantar uma nova base da Guarda Municipal”, acrescentou.

Para a revitalização do espaço, a Prefeitura do Rio teve que desapropriar 67 imóveis, ao custo de R$ 46 milhões. Do total, R$ 41 milhões já estão depositados em juízo. “Os professores e funcionários do Grupo Galileo, dono da Gama Filho e da UniverCidade, devem se habilitar para receber esses créditos, uma vez que as dívidas trabalhistas são pagas primeiro num processo de falência”, alertou o procurador-geral do município, Daniel Bucar.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Teatro Dina Sfat e piscina da Gama Filho serão reconstruídas
Advertisement
lapa dos mercadores 2024 Teatro Dina Sfat e piscina da Gama Filho serão reconstruídas
Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui