Alunos da rede municipal do Rio são apreendidos após ameaças de ataques a escolas  

A informação foi divulgada pelo prefeito Eduardo Paes, através de suas redes sociais

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Reprodução Internet

Dois alunos da rede municipal de ensino do Rio foram apreendidos nesta quinta-feira (13/02) após serem acusados de ameaças de ataques a escolas da capital fluminense. A afirmação foi feita pelo prefeito Eduardo Paes, através de suas redes sociais.

A interceptação dos estudantes é fruto de uma força-tarefa envolvendo Prefeitura, Polícia Civil e Ministério da Justiça. A ação foi criada após os ataques a escolas em Blumenau São Paulo. Os dois já começaram a ser ouvidos pela Polícia Civil.

Supostas mensagens de traficantes proíbem ataques a escolas

Avisos que circulam nas redes sociais, supostamente de autoria de integrantes de facções criminosas do Rio, proíbem ataques a escolas, como o que aconteceu no último dia 28 de março, na Colégio Manoel Cícero, na Gávea, na Zona Sul da cidade. As publicações, associadas ao Comando Vermelho e ao Terceiro Comando Puro, também alertam que não serão toleradas piadas sobre chacinas em escolas.

Advertisement

Leia também

MP é acionado para investigar manifestantes que declaram apoio ao Hamas na frente da Câmara do Rio

Deputados propõem destinar R$15 milhões da Alerj para 10 municípios afetados por chuvas no RJ

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Alunos da rede municipal do Rio são apreendidos após ameaças de ataques a escolas  

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui