Antigo Canecão se tornará espaço cultural

A reforma vai do antigo Canecão até o Hospital Deolindo Couto. Casa não se chamará "Canecão" porque a família dos antigos donos detém os direitos do nome do antigo espaço

Foto: Fábio Motta

O jornalista Ancelmo Gois divulgou alguns detalhes sobre o projeto do novo espaço cultural da UFRJ na Praia Vermelha, na Urca, que será licitado. Segundo ele, a reforma do campus vai do antigo Canecão até o Hospital Deolindo Couto, uma área que atualmente é murada com desenhos de ídolos do Botafogo. Este paredão, inclusive, será derrubado.

No fim do parque ficará a casa de espetáculos, a ser administrada pela iniciativa privada por cerca de 25 anos. Para chegar a este projeto, a reitora Denise Pires de Carvalho teve de negociar com a Prefeitura, a Câmara e moradores das redondezas que terão acesso ao parque. Segundo Gois, o projeto deve ser aprovado na próxima reunião do Conselho Universitário.

Fechado desde 2010, o Canecão tinha a irregularidade como principal entrave às iniciativas de reabertura do espaço. O mesmo não poderia ter sido usado para fins culturais. Uma restrição na lei de zoneamento municipal de 1976 proíbe erguer estabelecimentos de diversão no endereço, em Botafogo, o que mudou com a aprovação de um projeto de lei, em janeiro deste ano.

No entanto, é importante citar que a casa vai mudar de nome. “Canecão” não poderá ser usado porque a família dos antigos donos detém os direitos do nome do antigo espaço.

Advertisement

5 COMENTÁRIOS

  1. Na reportagem só faltou a informação de que o prédio onde funcionava o Canecão não serve para mais nada e terá de ser derrubado para que um novo seja construído. Tudo graças à total e absoluta incompetência dos administradores da UFRJ, que não fizeram a mínima manutenção no prédio em todos esses anos fechado. E sabe quem será punido por esse desperdício de dinheiro? Ninguém! Como sempre…

  2. Esse projeto vai promover a derrubada de dezenas de árvores no campo de futebol, da EEFD da UFRJ, sem a menor necessidade. O espaço atualmente ocupado pelo Canecão é mais do que suficiente para a construção de uma nova casa de espetáculos. Causará um enorme impacto negativo, tanto ambiental, como paisagístico, desnecessário e privará tanto a comunidade acadêmica, quanto os moradores do entorno, da utilização desta importante área esportiva, num bairro saturado e degradado, que cada vez mais dispõe de menos áreas verdes e áreas para recreação e práticas desportivas.

  3. So espero que a construcao de 20 predios com 20 andares no terreno atras, seja fake news.
    Casa Cultura maravilha. Mas, prédios de 20 andares seria morte de Botafogo e ninguém mais andaria. Em frente ao antigo Canecão, a rua e de ligacao da Zona Sul com Botafogo, Aterro, Centro.
    Ja imaginou o transito.
    Entao, ? ? ? para a Cultura, vaias para novas construções .
    Obrigada
    Guiomar Tovar

  4. Veja como são as coisas: a UFRJ fulminou o canecão porque queria aquilo pro “povo”. Nada fizeram até hoje. E agora vêm dizendo que vai ficar com a iniciativa privada?

    A UFRJ, a tchurminha anti-negócios do PT e do PSOL contribuíram pra perda de uma casa tradicional de shows por um tempão. E agora do alto das incompetências decidem que um terceiro tem que tocar a operação. Tudo mudou pra continuar na mesma.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui