Com a prisão de Marcelo Crivella (Republicanos) na manhã desta terça-feira, 22/12, o prefeito eleito Eduardo Paes (DEM) fez um tweet às 7h36 dizendo que já conversou com o presidente da Câmara dos Vereadores, Jorge Felippe (DEM), e que assumirá interinamente o cargo de prefeito do Rio até 31/12.

De acordo com Paes, ele pediu que Felippe mobilizasse os dirigentes municipais para continuar conduzindo suas obrigações e atendendo a população. Da mesma forma, ele manterá o trabalho de transição que já vinha sendo tocado.

Paes também fez um pedido aos servidores da Saúde, que os cariocas contam com a força e dedicação deles neste momento de pandemia.

Era esperado alguma ironia do prefeito eleito, afinal, Crivella disse 10 vezes no último debate da eleição do Rio, na TV Globo, que Paes seria preso por corrupção durante o mandato, “Eduardo Paes vai ser preso. Eu digo isso com o coração partido”. Enquanto Paes lembrava que o governador Wilson Witzel (PSC), dizia o mesmo e deu no que deu.

Jorge Felippe também se pronunciou sobre o momento:

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui