Grupo com 16 pessoas é preso por cometer atos de vandalismo no BRT

Eles embarcaram na estação Marechal Fontenelle, no corredor Transolímpica, e cometeram várias ações de vandalismo dentro do ônibus, arrancando até os martelinhos de emergência para as janelas

Foto: Divulgação

Agentes do BRT Seguro prenderam 16 jovens por prática de vandalismo dentro de um BRT da nova frota, na noite de sábado (7/1). Eles embarcaram na estação Marechal Fontenelle, no corredor Transolímpica, e cometeram várias ações de vandalismo dentro do ônibus, arrancando até os martelinhos de emergência para as janelas.

Os agentes foram avisados pelo Centro de Controle Operacional da Mobi-Rio, após informação do motorista do articulado, detendo o grupo, que desembarcou na estação do BRT Via Parque. Os jovens foram encaminhados para 16ª delegacia e cinco martelinhos, recuperados.

Também na noite de sábado, no Terminal Alvorada, um funcionário flagrou dentro de um articulado novo que fazia a linha 53 (Alvorada x Sulacap expresso) a destruição da caixa do martelinho de segurança e sua retirada. Ele deteve o autor do vandalismo e chamou um agente do BRT Seguro. Foi feito registro de ocorrência na 16ª DP, onde o autor, um menor, ficou apreendido.

A prefeitura informou que ações como essas acabam atrapalhando a rotina operacional do transporte e na vida da população que usa o BRT. A Mobi-Rio tem um gasto mensal de R$ 450 mil com vandalismo na frota, e a Seop reforça a importância das pessoas ajudarem denunciando ações como essa durante as viagens.

Na última quarta-feira (04/01), um homem foi preso após quebrar um retrovisor de um ônibus articulado no Terminal Alvorada, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio.

‘Proteja BRT’ vai expor atos de vandalismo em ônibus e estações nas redes sociais

Na sexta-feira (06/01), o prefeito Eduardo Paes anunciou a criação do perfil @protejaobrt. A proposta das páginas (no Twitter e no Instagram) é expor as pessoas que cometerem atos de vandalismo em ônibus e estações.

Vamos tornar famosos aqueles que destroem o BRT. Quando você vir alguém destruindo esse patrimônio público comprado com seu dinheiro, dá o jeito de tirar uma foto ou fazer um filme e manda pelo DM do perfil @protejaobrt que a gente vai publicar lá a foto colorida dos pouco inteligentes (educado eu né?) que tornam a vida dos cariocas pior. Vamos cuidar do que é nosso”, disse Paes nas redes sociais.

Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui