Igreja da Lapa dos Mercadores reabre com festa, grande público e missa solene

Uma multidão aguardava os portões da igreja de 1750 - totalmente renovada por fora, e com iluminação cênica que tomou a cena - que foi reinaugurada numa grande celebração com música, e a presença de autoridades que prestigiaram a posse do novo provedor da irmandade

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Igreja de Nossa Senhora da Lapa dos Mercadores - Foto: Daniel Martins/Diário do Rio

A reinauguração da Igreja de Nossa Senhora da Lapa dos Mercadores, na Rua do Ouvidor (número 35), esquina do histórico Arco do Teles, no Centro do Rio, foi marcada por muita emoção e por um templo totalmente lotado para a primeira missa, celebrada pelo Cardeal Arcebispo do Rio de JaneiroDom Orani Tempesta. A missa solene foi celebrada após quase quatro anos fechada pela Defesa Civil, na noite do último sábado, e teve direito à presença de autoridades como o Prefeito Eduardo Paes. Os sinos repicaram desde as 15h; a cerimônia começou pontual às 18h.

Convidados, religiosos e curiosos aprovaram a reforma, revisão geral e a decoração do interior da igreja, promovidas por empresários e voluntários desde março deste ano, quando o diretor da Sérgio Castro ImóveisCláudio André Castro, foi nomeado comissário da Irmandade dos Mercadores pela Arquidiocese do Rio de Janeiro, com a finalidade de resgatar o patrimônio, considerado um dos mais belos do Rio Antigo. A igreja é de 1750, e suas paredes contam muita história. O templo religioso estava inteiro enfeitado em flores brancas e vermelhas, naturais, que enchiam os altares frontal e laterais, além de cortinas de fina renda que pendiam das tribunas.

DSC 0360 Igreja da Lapa dos Mercadores reabre com festa, grande público e missa solene
Coral durante Missa da Reabertura da Igreja da Nossa Senhora da Lapa dos Mercadores – Foto Daniel Martins/DIÁRIO DO RIO

O raro órgão de fole, de 1873, tocou, pleno, pela primeira vez em décadas, após ser restaurado por Vítor Pleckaitis e Thiago Debossan. O instrumento, de madeira e marfim – também chamado de harmônio – foi fabricado em Paris especialmente para a igrejinha, por um polonês que fez alguns dos melhores instrumentos do tipo na história. O som do órgão abraçou a igreja e acompanhou o Coral Astorga, da cantora lírica Juliana Sucupira, que, com 15 integrantes, levaram os presentes ao êxtase entoando Aleluia, de Handel. A igreja ganhou aparelhagem de som de primeiro mundo, com novas caixas de som especiais para catedrais e templos religiosos.

Toda a mídia da cidade deu destaque à reabertura da igreja; do RJTV ao Globo, do Extra ao Jornal O Dia, assim como o DIÁRIO e o jornalismo do SBT deram a notícia em destaque. Assim, uma multidão aguardava a abertura dos portões de ferro da igreja de 1750 que – totalmente renovada por fora, e com iluminação cênica que tomou a cena – foi reinaugurada numa grande celebração com música, e a presença de autoridades que acompanharam a posse do novo comissário provedor, em meio à cheirosa fumaça de turíbulos e navetas, como era nos velhos tempos.

Advertisement

Na cerimônia, além de celebrar a reinauguração do templo que sobreviveu a um bombardeio de canhão em 1893, o Cardeal abençoou o altar – uma peça histórica de 200 anos – doado pelo novo comissário para substituir uma mesa que fora usada para celebrações durante décadas e investiu oficialmente o empresário Castro como provedor da irmandade, entregando-lhe o bastão que simboliza seu novo cargo assim como vestindo-o com o uniforme verde e dourado – se chama opa – oficial da Irmandade dos Mercadores, que já teve membros ilustres, como o Barão da Lagoa, um dos maiores empresários da época do Império.

DSC 0307 Igreja da Lapa dos Mercadores reabre com festa, grande público e missa solene
Inauguração Igreja de Nossa Senhora da Lapa dos Mercadores, na Rua do Ouvidor – teve lotação máxima e gerou fila de espera no lado de fora até o fim da missa – Foto Daniel Martins

Após um breve discurso após receber o bastão, o empresário ainda foi elogiado pelo prefeito do Rio, Eduardo Paes, que estava presente durante toda a cerimônia acompanhado da esposa e fez questão de brincar que o comissário, munido do cajado, “está com autoridade para exigir muito do prefeito“. Paes comentou que Castro – quase homônimo do governador – lhe manda whatsapps quase diários cobrando providências da prefeitura acerca de problemas da região do Centro da Cidade, onde está envolvido em diversos projetos e investimentos. O empresário é um dos idealizadores da Aliança Centro Rio, projeto inovador da iniciativa privada que atua no controle da zeladoria da região, que se baseia em bem sucedida iniciativa que salvou o centro de Chicago.

DSC 0689 Igreja da Lapa dos Mercadores reabre com festa, grande público e missa solene
Com bom humor, Paes brincou que o comissário administrativo da Irmandade dos Mercadores, Cláudio Castro, usará o cajado para exigir muito do prefeito. Foto: Daniel Martins

Apaixonado pelo Rio Antigo, Castro também agradeceu a presença de todos e falou que o resultado esperado (a reforma completa em apenas poucos meses) chegou depois de ficar, diariamente, até às 22h para acertar cada detalhe com sua equipe, a quem prestou homenagem. “Temos um espaço bonito agora, de fé católica e para quem quiser e puder contemplar. Já teremos missas e, em breve, teremos visitação para cariocas e turistas que quiserem conhecer nossa igreja. Embarquei nesta com muita honra. Afinal, o que sou eu senão um mercador dos tempos modernos?“, completou.

A igreja, datada no século XVIII, foi também apreciada por membros da Família Real Portuguesa é Brasileira, cujos ancestrais viveram e trabalharam na região da Praça XV. A princesa dona Christine Orleans e Bragança fez questão de assistir a primeira missa e elogiar a renovação do patrimônio; ela representou Dom Bertrand de Orleans e Bragança, seu cunhado e atual Chefe da Casa Imperial na cerimônia . “É uma alegria porque essas igrejas do Centro são maravilhosas, resgatam o passado histórico do país e da cidade. Então, espero que muitas pessoas venham ver o trabalho que foi feito aqui, que foi maravilhoso. Que Nossa Senhora da Lapa vá abençoar todos nós!”, exclamou. Dom Bertrand visitou a igreja há cerca de um mês em companhia do novo comissário.

DSC 0116 Igreja da Lapa dos Mercadores reabre com festa, grande público e missa solene
Cláudio André Castro e Princesa Dona Christine de Ligne de Orleans e Bragança, que ficou maravilhada com a igreja – Foto Daniel Martins/DIÁRIO DO RIO

Visitante de honra antes da igreja reabrir, Dom Bertrand de Orleans e Bragança elogiou a ação da iniciativa privada e o cuidado de refazer os detalhes como eram antigamente, em 1747, quando foi fundada. “A igreja está magnificamente restaurada“, declarou em uma entrevista exclusiva para o DIÁRIO DO RIO no mês passado.

Dom Orani fez um agradecimento a Castro e sua equipe, e discursou sobre a necessidade de um maior cuidado com o patrimônio histórico, aproveitando para mencionar o seminário sobre o assunto que está sendo organizado pela Arquidiocese do Rio, que vem lutando para recuperar igrejas pretendentes a irmandades e que se encontram em mau estado. O Cardeal explicou que estas igrejas não são patrimônio da Arquidiocese e que isso torna o assunto mais complexo. Mencionou também que parcerias com empresários são importantes.

Associações religiosas centenárias como Irmandade de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito dos Homens Pretos, de Nossa Senhora da Pena, a Irmandade de São José, além de empresários do Rio Antigo como Daniel Leão e Claudio Aboim e de outros locais da cidade como José Koury e Leonardo Enes também participaram do evento, que parou o Centro da cidade enquanto os sinos da igreja repicavam sem parar, comemorando uma noite tão importante para a idéia de reviver o Centro do Rio de Janeiro. O arquiteto e urbanista Washington Fajardo, principal idealizador do projeto Reviver Centro, esteve no evento, assim como o engenheiro Wagner Victer e um sem número de autoridades eclesiásticas, advogados, procuradores do Estado e comerciantes do bairro, que começa a sentir os novos ventos da revitalização; milagre de Nossa Senhora da Lapa?

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Igreja da Lapa dos Mercadores reabre com festa, grande público e missa solene
Avatar photo
Formada em Comunicação Social desde 2004, com bacharelado em jornalismo, tem extensão de Jornalismo e Políticas Públicas pela UFRJ. É apaixonada por política e economia, coleciona experiências que vão desde jornais populares às editorias de mercado. Além de gastar sola de sapato também com muita carioquice.
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui