Instituto Rio21 faz retrospectiva das eleições para a ALERJ

Dessa vez, levantamos algumas informações sobre as últimas 4 eleições (2010-2022) para a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (ALERJ), onde atuam os 70 deputados estaduais eleitos pela população fluminense

Foto: Governo do Estado do Rio de Janeiro

Quando votam para o cargo de Presidente da República, os eleitores também devem optar por candidatos ao Senado, à Câmara dos Deputados e à Assembleia Legislativa do estado em que residem.

Recentemente, o Instituto Rio21 fez uma retrospectiva das últimas eleições para a Prefeitura e para a Câmara Municipal do Rio de Janeiro. Dessa vez, levantamos algumas informações sobre as últimas 4 eleições (2010-2022) para a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (ALERJ), onde atuam os 70 deputados estaduais eleitos pela população fluminense.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) fornece os dados das eleições brasileiras, e o acesso é facilitado pela Base dos Dados.

Se na Câmara Municipal do Rio o número de partidos que elegeram candidatos sofreu aumento nas últimas eleições, no caso da ALERJ houve uma queda expressiva. Foram eleitos deputados de 20 partidos diferentes, diminuindo a fragmentação em relação a 2018:

Número de partidos políticos com candidatos eleitos na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro. Elaboração: Instituto Rio21. Fonte: TSE.

O partido que elegeu mais candidatos para a ALERJ foi o PL, formando uma bancada de 17 deputados estaduais. Nas eleições de 2018, o Partido Liberal (PL) ainda se chamava Partido da República (PR), e elegeu apenas um candidato.

No entanto, ao longo da legislatura e com o fenômeno da migração partidária – motivada, inclusive, pela filiação do ex-presidente Jair Bolsonaro ao partido -, o PL passou a contar com o total de 11 deputados em seus quadros.

Alguns partidos aumentaram o número de eleitos em relação ao ano anterior, como o PT e o PSD. O partido União Brasil, que surgiu da fusão entre PSL e DEM, elegeu 8 deputados. Na ocasião das eleições de 2018, esses dois partidos somavam 17 deputados eleitos:

Número de candidatos eleitos de 9 partidos para a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro. Elaboração: Instituto Rio21. Fonte: TSE.

No que diz respeito ao perfil dos eleitos, o percentual de mulheres aumentou. Entre 2010 e 2018, esse percentual nunca esteve acima dos 18,6%. Em 2022, foi alcançada a marca de 21,4%.

O percentual de candidatos pretos eleitos praticamente dobrou em relação às eleições de 2018 e é quase 8 vezes maior que o percentual de 2014, mas ainda está um pouco abaixo do percentual de pretos no estado do Rio (14,2%, segundo a Pnad Contínua divulgada em julho do ano passado). Também foram eleitas uma mulher autodeclarada asiática e outra indígena:

Percentual de deputados estaduais por raça. O ano de 2008 não foi considerado por não constarem os dados de raça neste ano. Elaboração: Instituto Rio21. Fonte: TSE.

O PL, que ao longo da última legislatura conseguiu compor a maior bancada da ALERJ, com 11 deputados, se confirmou nas eleições de 2022 como um partido competitivo eleitoralmente no estado do Rio. Elegeu, agora, 17 deputados estaduais (aproximadamente 24% das cadeiras).

O número de partidos com deputados eleitos diminuiu em relação à última legislatura da ALERJ. Dois fatores que devem ser lembrados a esse respeito é o fato de que PSL e DEM, partidos que geralmente conseguiam algumas cadeiras, se fundiram, e o PL conseguiu eleger um número bastante elevado de deputados.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui