Mais de 20% dos eleitores mantêm voto em Paes em todos os cenários de pesquisa para Prefeito do Rio em 2024

Dados são de pesquisa realizada pelo Instituto Rio21 e o DIÁRIO DO RIO para saber em quem os moradores da cidade pretendem votar nas próximas eleições, em 2024

Foto: Beth Santos

O Instituto Rio21 e o DIÁRIO DO RIO fizeram uma pesquisa entre os dias 9 e 12 de janeiro, com 1.476 cariocas, para saber em quem os moradores da cidade pretendem votar para assumir a Prefeitura do Rio de Janeiro nas próximas eleições, em 2024.

Já foram publicadas duas matérias sobre este assunto. Na primeira, foram analisados os resultados gerais da pesquisa; na segunda, foi feita uma análise do desempenho de Eduardo Paes (PSD) e Flávio Bolsonaro (PL) em um possível cenário eleitoral no futuro.

Apesar de Paes ter levado a melhor em todos os 6 cenários aventados pela pesquisa, fica a dúvida se seu bom desempenho se deve à uma base eleitoral sólida ou se os eleitores avaliaram cenário a cenário, podendo migrar seu voto para outro possível candidato conforme outros nomes surgiam.

A pesquisa mostrou que uma parcela relevante dos cariocas mantém o voto em Eduardo Paes em qualquer um dos contextos. Em números, aproximadamente 22,4% votariam em Paes independentemente do cenário eleitoral:

Percentual de intenção de voto em Eduardo Paes (PSD) por cenário e percentual de intenção de voto em Eduardo Paes independentemente do cenário. Fonte: Pesquisa de Intenção de Voto realizada pelo Diário do Rio e Instituto Rio21. Elaboração: Instituto Rio21.

É importante ressaltar que, em todos os cenários, o percentual de cariocas que votariam em Paes é maior que esses 22,4%. Isso significa que a migração das intenções de voto favoreceu o prefeito, que esteve sempre à frente dos outros nomes. Na média, Paes obteve 9,28 pontos percentuais além dos 22,4% dos eleitores que manteriam o voto nele independentemente dos outros candidatos disponíveis.

Os maiores ganhos foram nos cenários 2 e 5. No caso do Cenário 2, a disputa era principalmente contra General Pazuello (PL), o que pode ter motivado alguns cariocas a optarem pelo voto útil. Já o Cenário 5 era composto por candidatos menos competitivos, e o percentual de respostas para Branco/Nulo e Não sabe/Não respondeu chegou a somar mais do que o percentual de votos de Paes.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui