Marcelo Calero (à esquerda) foi secretário municipal de Cultural em 2015, durante o segundo mandato de Eduardo Paes na Prefeitura do Rio - Foto: Reprodução/Internet

O pré-candidato à Prefeitura do Rio de Janeiro Eduardo Paes (DEM) já tem definido o nome que coordenará sua campanha à tentativa de voltar ao comando do Poder Executivo Municipal na capital fluminense. Trata-se do deputado federal Marcelo Calero (Cidadania). A informação é do ”Blog do Lauro Jardim”, do jornal ”O Globo”.

Inicialmente, Calero também era pré-candidato à Prefeitura. Posteriormente, porém, veio a dúvida se desistiria de concorrer ao cargo para ser vice da chapa de Paes ou para simplesmente apoiá-lo durante a campanha. E prevaleceu a segunda opção.

Nascido na Tijuca, na Zona Norte carioca, Marcelo Calero tem 38 anos. Em 2015, durante o segundo mandato de Eduardo Paes na Prefeitura do Rio, comandou a Secretaria Municipal de Cultura. Já em 2016, devido ao seu bom desempenho na pasta da cidade, foi convidado pelo então presidente Michel Temer para ser ministro da Cultura. Por lá, no entanto, ficou somente 6 meses, saindo após divergências em relação à autonomia de seu trabalho no Ministério.

Logo de cara em sua atuação como coordenador, Calero deverá tentar reverter uma crise surgida momentaneamente na pré-campanha. Isso porque o marqueteiro Marcelo Faulhaber, que já trabalhou com Paes nas eleições anteriores, foi denunciado na segunda fase da Operação Hades, que investiga o ”QG da Propina” supostamente ocorrido na gestão do atual prefeito, Marcelo Crivella.

Devido a isso, aliados de Paes – especialmente o deputado federal Pedro Paulo, seu ”braço-direito” – pedem a saída de Faulhaber da pré-campanha, alegando que o candidato a prefeito já tem problemas demais para se preocupar, como as acusações de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui