Paes admite possibilidade de não haver Carnaval no Rio em 2022

“Se tiver condições vai ter, se não tiver condições, não vai ter. Torço para que tenha”, disse o prefeito

Eduardo Paes, prefeito do Rio - Foto: Reprodução/Internet

Antes confiante na realização do “maior Carnaval da história do Rio”, o Prefeito Eduardo Paes resolveu adotar um tom mais cauteloso nesta semana. Em entrevista a Veja, o chefe do executivo municipal reconheceu que a maior festa de rua do mundo pode não acontecer em 2022. Mesmo com os números de mortes e internações pela Covid em queda na Capital Fluminense, o cenário da doença observado em países da Europa e da África tem preocupado as autoridades locais.

Se tiver condições vai ter, se não tiver condições, não vai ter. Torço para que tenha”, afirmou Paes.

O DIÁRIO DO RIO já fez sua agenda de blocos de Rua do Rio de Janeiro em 2022.

Editorial: Carnaval em 2022 SIM

A diretora-geral assistente da Organização Mundial de Saúde (OMS), Mariângela Simão, falou sobre a situação sanitária do Brasil na abertura do Congresso Brasileiro de Epidemiologia. Ela se mostrou receosa com os desdobramentos da pandemia, caso o país afrouxe as medidas restritivas, citando o Carnaval como exemplo.

“O Carnaval traz condições extremamente propícias para o aumento da transmissão comunitária”.

Mais de 70 cidades do interior de São Paulo já cancelaram a festa e, no Rio de Janeiro, o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, garantiu que a cidade já atingiu quase 100% dos indicadores necessários para a realização do carnaval (de rua e na Marquês de Sapucaí). Ele afastou a possibilidade de cancelar mais uma vez a folia.

Rio pode exigir comprovante de vacinação para turistas que vierem ao Carnaval

Embora os números da Covid estejam absolutamente controlados na cidade e no estado do Rio, a Prefeitura vê com preocupação os recentes surtos da doença.

Com isso em mente, o município espera o aval do Ministério da Saúde para poder exigir o comprovante de vacinação para os turistas que visitarem a cidade antes e durante o Carnaval.

A intenção do município foi externada pelo secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, durante uma audiência pública virtual da Comissão Especial do Carnaval da Câmara de Vereadores do Rio, no último dia 20 de novembro.

De acordo com a gestão municipal, o pedido já foi feito, em outubro, mas, o governo federal ainda não se pronunciou sobre a possibilidade.

Vale lembrar que antes do Carnaval, o Rio deve receber uma boa quantidade de turistas para as festas de fim de ano.

Réveillon e Carnaval só acontecerão sem restrições com 75% da população total vacinada

No fim de outubro, a gestão municipal garantiu que a realização de eventos sem restrições no Rio de Janeiro estaria condicionada à taxa de vacinação na cidade. Na época, o Poder Público previa uma taxa de 75% da população total imunizada e 90% dos adultos com o esquema vacinal completo.

De acordo com o Painel Rio COVID-19, da Prefeitura, nesta sexta-feira, dia 26 de novembro, 76,8% da população total está vacinada com as duas doses ou com a dose única. Já os adultos imunizados contra a Covid representam um total de 94,6%, conforme indica a página.

Advertisement

53 COMENTÁRIOS

  1. #carnaval2022NÃO
    # RÉVEILLON 2022 NÃO .
    # Rock in rio 2022 NÃO
    EDUADO PAESPALHO CHEGA DE FAZER CAGADA COMO FIZESTE DAS OUTRAS VEZES QUE FOI PREFEITO .

  2. Para Doreni Caramori Júnior, empresário e presidente da Associação Brasileira dos Promotores de Eventos, misturar aglomerações de rua sem capacidade de controle a eventos que monitoram vacinados e/ou testados é solução irresponsável, simplista, injusta e até ilegal.

    A Associação Brasileira dos Promotores de Eventos (Abrape), defende que os poderes públicos abram um diálogo técnico e racional amplo sobre a realização do Carnaval 2022. —Qualquer debate sobre o tema deve acompanhar o processo de retomada das atividades de cultura e entretenimento que já está em andamento nos estados, além das particularidades dos tipos diferentes de eventos, turismo e festas de Carnaval. Há evento público, evento privado em espaço público, evento privado em espaço privado. A discussão não pode ser simplista e com generalizações — explica Doreni Caramori Júnior, empresário e presidente da Abrape.

    Doreni utiliza dados científicos como argumento. Em especial o Radar de Eventos do Brasil, uma iniciativa inédita da Abrape que cria um índice seguro e data exata para a retomada das atividades, cruzando dados atualizados e projetados do panorama geral de vacinação e número de vítimas da Covid-19. —Pelo estudo, os eventos de cultura e entretenimento já têm segurança para serem realizados desde setembro no Brasil. Comprova, também, que eventos já realizados não tiveram impacto no número de casos onde foram realizados. Temos, atualmente, uma média de 40 novos casos por milhão de habitantes, o que significa o impacto da imunização e legitimidade da retomada das atividades — explica.

    Politização — De acordo com estimativas da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo(CNC), cerca de R$ 8 bilhões deixaram de circular na economia com o cancelamento das festas de Carnaval e deixaram de gerar 25 mil empregos temporários em janeiro e fevereiro, no país, em 2021. —Os números mostram, portanto, que o debate não pode ser feito com generalizações. Muitas decisões de cancelamento estão sendo, muitas vezes, populistas. Há locais, também, onde as prefeituras não têm orçamento para realizar as festas e que usam a proibição como justificativa —afirma o presidente da Abrape.

    Doreni completa: —Temos confiança de que o processo de retomada não sofrerá retrocessos. Com racionalidade, os temas técnicos que sustentam a retomada das atividades não serão substituídos por decisões monocráticas e populistas. Acreditamos na sensibilidade dos poderes públicos para que não tomem decisões simplistas que atrasem este processo que está em andamento. Pedimos, também, que todos se vacinem e se envolvam na divulgação das campanhas de imunização para garantir a segurança de toda a sociedade e de quem vai aos eventos—.

  3. Quem votou nele sabia o que seria: desvio de verba pública e liberação de tudo o que a propina puder comprar. Então, não reclame! O carioca não tem responsabilidade eleitoral, então aguente as consequências… ninguém fez nada “no escuro”.

  4. Vi um comentário , que dizia que não somente dos visitantes,como tbm dos moradores do rio deveria ser exigido o comprovante de vacina. Como se a vacina garantisse a não infecção,e a não transmissão,a bem da vdd essas vacinas é uma coisa pra inglês ver.

  5. Eu queria saber quanto que este jornal “Diário do Rio”, jornal de idiotas, retardados mentais, cúpula ignorante de jornalistas, que não tem nada a favor da população do Rio, quanto que estão ganhando de Eduardo Paes para sempre fazer acariação sempre deste prefeito! Quanto que ele pagou a vcs??

  6. Eu acredito que se possa ter sim Carnaval, festas de fim de ano, de fato a situação na Europa é preocupante, assim como em outros países, porém é importante ressaltar que nesses países muitos não estão tomando as vacinas assim como muitos no Brasil, acho que tem que exigir não só daqueles que venham de fora da cidade o comprovante de vacinação das 2 doses, mas também da população do Rio, pois é ipocresia achar que só quem vem de fora que pode trazer riscos para a cidade, tem que exigir o comprovante de todos! Sem exceção!!!
    Ou simplesmente tornar a vacinação obrigatória! Como hoje é opcional e não adianta nada, passar a ser obrigatória e pronto resolvido o problema!

  7. Meu ingresso para o Rock in Rio já está comprado, então não me acho em condições de questionar o carnaval, seria hipocrisia da minha parte. Que as coisas sejam feitas (ou não) da maneira certa, de acordo com a avaliação da secretaria de saúde

  8. Eu acredito que não é hora para termos uma festa dessa proporção. A pandemia mundial não está sob controle. A Europa e a África podem confirmar o que eu estou falando. Precisamos priorizar a segurança, ou então nossos noticiários irão se encher novamente de notícias tristes, como as que ouvimos durante 2020 e boa parte de 2021. Ter bom senso é o melhor caminho. Em 2023, talvez estejamos mais bem preparados para festejar alguma coisa. Agora, não é o momento.

  9. Eu sou totalmente a favor e tem que ter Carnaval e todas as festas privadas liberadas, como já estão ocorrendo. Cada um usa seu preservativo e seja feliz sem a interferência ineficaz do governo. Fora Nova Ordem Mundial!

  10. Alguns comentários de tão bestial não deveria nem ser publicado. A população tem que entender que , assim como no início, COVID foi transmitido no Brasil exatamente por pessoas que vieram do exterior. Agora novamente querem despechar milhares de turista para festejar o que, Mais hum milhão de mortes??

  11. A aglomeração do Ano Novo e do Carnaval não se compara com a que estamos tendo hoje, ela é de muito maior risco. Ja basta a irresponsabilidade da liberação da obrigatoriedade das máscaras.

  12. Caro Prefeito,
    Não sei se o Sr. teve perdas,desde que tudo começou.
    Eu tive varias, e vi a angústia de várias pessoas ao perderem pessoas especiais. Não faz nenhum sentido ter Carnaval, em nosso Município, a menos que, a intenção seja exterminar mais pessoas com um virus que circula livremente e se modifica.
    Chega a ser um insulto as famílias,e aos cidadãos que precisam ficar em casa.Então espero que o dinheiro não grite mais auto. Não precisamos de Carnaval ,precisamos de Dignidade, precisamos ser humildes e nos humilhar para aquele que pode nos socorrer.

  13. Tudo isso já era esperado acontecer, pois essa maldita pandemia não acabou! Dia 29 de dezembro fará 1ano que minha mãe se foi por essa maldita pandemia. Eduardo Paes afrouxou as restrições da pandemia, mas ele estava ciente de que isso podia acontecer. Agora ele tem mais que certeza de que se liberar o carnaval, será a última festa para muitos, pois não temos certeza de nada. A única coisa que sabemos que a morte é certa. Só ver quem não quizer, mas que é um risco, isso é! Nelson Sargento está torcendo por todos nós lá do céu, pois também foi vítima da Covid. Muita fé e esperança de que um dia tudo isso possa passar e fiquemos livres dessa pandemia. Que o bom senso nos rodei sempre.

  14. PELO AMOR DE DEUS, SR PREFEITO. NÃO PODEMOS TER NENHUMA FESTA GRANDIOSA AINDA. NEM RÉVEILLON, MUITO MENOS CARNAVAL. PERDI 4 PESSOAS DA FAMÍLIA, INÚMEROS AMIGOS E CONHECIDOS, TENHA RESPEITO, POR FAVOR.
    EU E MEU MARIDO ESTAMOS EM ISOLAMENTO DOMICILIAR HÁ 1 ANO E 8 MESES, NÃO SUPORTAREMOS MAIS ESSA PRISÃO, CASO HAJA UMA 4a ONDA NO BRASIL.

  15. Esse prefeito tem que saber que a pandemia não acabou, de certo modo a economizar mia tá se virando se ela piorar e precisar haver lookdown novamente o país nem o rio de janeiro aguentará financeiramente, espero que ele tenha consciência para a população não pagar o preço ou até a própria família dele, risco desnecessário, vamos ter tempo para muito carnaval mais aí nada não e o momento, agora o povo tem que se manifestar, por que acho que 600 mil mortes foi pouco ou tem que haver mais óbitos, será que não basta!

  16. Não tem condições nenhuma!!!
    O Carnaval faz parte da nossa cultura,isso é óbvio. Porém, não vamos esquecer do q essa pandemia já nos causou e vem nos causando… Sem falar dessa mutação que já está circulando pelo mundo!! Povo Brasileiro!!Política Brasileira, por favor, não vamos deixar mais parentes, mais amigos e conhecidos morrerem. AINDA NÃO CHEGOU O MOMENTO PARA FESTAS NESSA PROPORÇÃO QUE É O CARNAVAL!! ACORDEM PARA REALIDADE!!
    PQ O CHORO DEPOIS DA CONTAMINAÇÃO NAO VAI TRAZER NOSSOS ENTES QUERIDOS DE VOLTA PARA O NOSSO LADO!!

  17. Como brasileiro e carioca, gostaria que tivesse o carnaval,mas como ser humano,sou totalmente contra,pois como tudo aqui é uma verdadeira bagunça,podem falar que iram fazer controle mas isto é uma verdadeira mentira,eu não tive perda,mas sou contra a realização pois devemos primeiro preservar na vida depois pensar no lucro que trará para o município.

  18. POR FAVOR, Ñ A QUALQUER AGLOMERAÇÃO!! JÁ BASTA AS QUE Ñ PODEM SER EVITADAS!! FESTA DE ANO NOVO E CARNAVAL VÃO TRAZER PROBLEMAS GIGANTESCOS. DEIXA PARA 2024.

  19. Pura hipocrisia, está tudo liberado, ônibus trem, metrô brt, avião, restaurantes festas teatro shows restaurantes Maracanã ruas, saara, centro, subúrbio,
    zona sul, shoppings, praias, tudo lotado e o culpado é o Carnaval, me poupem !!!!!

    • Concordo com o Mauro. Todos os dias ando de trem e metro super lotados, e casas de festas já estão funcionando… Carnaval é um ótimo evento para nossa economia, muita gente ganha seu sustendo vindo do carnaval. Ficar mais um ano sem carnaval, não vai adiantar a sumir com o vírus… Já estamos vacinados!! #CARNAVAL2022SIM

  20. Amo Carnaval,mas sou contra ainda não estamos livre desta pandemia.Senhores governantes reflitam, se vc não perdeu um familiar próximo,saiba que eu,e várias outras pessoas perdemos muitos ente queridos,e a dor da perda pra essa doença é tamanha.
    Não ao Carnaval,e não a qualquer tipo de aglomeração.

  21. Tomara que não tenha, nesses dois anos que não teve, não fez a menor falta.
    Políticos só querem essa bagunça porque dizem que entra grana no estado, com a vinda de turistas. É um dinheiro que entra e some, para onde vai essa grana?
    Só serve para muitos depois ficarem chorando que estão endividados
    CARNAVAL NÃO, para o estado e o país para quê?

  22. Países da Europa como Alemanha e outros estão enfrentando uma nova onda .ainda mais com essa variariante mais agressiva .esse cara ainda pensa em réveillon? E ainda quer carnaval , é muita cara de pau .tudo isso .

  23. O gado todo veio se manifestar, a vagabunda ainda diz que perdeu uma amiga, e bolsominion tem amigo, e sim BOLSONARO e um GENOCIDA CHEFE DE MILICIA.

  24. Como assim se tiver condições? NÃO TEM condições! Mesmo que o problema já tenha sido amenizado e se amenize ainda mais até lá, precisamos evitar o carnaval nem que seja só por precaução. Não podemos correr o risco de piorar novamente e por consequência aumentar o número de mortes. O povo não consegue ficar sem uma festinha? Preferem correr o risco de morrer e de matar outras pessoas? Por favor né, vamos pensar um pouco.

  25. Eu não concordo em ter carnaval e réveillon rock rio nada com mta aglomeração ainda não está tudo certo a pandemia ainda está aí tanto que ainda usamos álcool em gel e máscara ai quer dizer que acabou para de história tem gente morrendo devido a pandemia e ninguém fala nada o negócio é dinheiro ????? meu Deus isso é muito triste ?

  26. Eu não concordo em ter carnaval e réveillon rock rio nada com mta aglomeração ainda não está tudo certo a pandemia ainda está aí tanto que ainda usamos álcool em gel e máscara ai quer dizer que acabou para de história tem gente morrendo devido a pandemia e ninguém fala nada o negócio é dinheiro ?????

  27. Fechem aeroporto em fevereiro
    Nada de carnaval em cidade nenhuma
    Nada de região lagos
    Senão termos tudo de novo .
    Zero bloco…zero aglomeração até 100% vacinados

  28. Acabo de perder uma amiga com COVID e com as Duas vacinas tomadas.
    Esse palhaço ainda pensa em réveillon e carnaval.
    Esse sim, é um genocida.

  29. Tomara que cansele mesmo essa doença já matou muita gente temos que evitar piorar novamente carnaval pode ser quando o mundo estiver sem conv19

  30. “Réveillon e Carnaval só acontecerão sem restrições com 75% da população total vacinada” , não sei de onde tirem esses números mágicos…70%…75%…80%. Não tem nenhum estudo sobre isso, nenhum percentual garante nada, é tudo achismo, é a “sienssia” esquerdista, falam em percentuais que não tem nenhuma relação com a realidade, pois tem país com 100% que cancelou as festas, o problema são as mutações do vírus e a inutilidade absoluta das vacinas para lidar com elas, o resto é conversa mole, fazem tudo para liberar o carnaval, lembro do Drauzio Varella antes do carnaval de 2020 chamando a covid de “gripezinha’ (não foi o presidente que inventou o termo, foi o doutor das estrelas), mas logo depois da desgraça apagou o vídeo e deixou o presidente ficar com a conta. O fato é que não se deve ter festas, nem desfiles, nem aglomerações, sabe-se que a transmissão é por contato humano, não é pelo ar, nem pelas coisas, e onde tem mais contato humano do que o carnaval?

    • Hahaha, quanta asneira digitada. Mas a maior delas é ainda a ladainha de que foi Drauzio que usou o termo gripezinha.

      Sim, ele usou, em dezembro, quando a doença ainda não era conhecida. Quando viu que não era bem assim, se retratou.
      O presibosta, diferentemente usou a mesma ladainha pq ACREDITOU nisso, mesmo tendo se passado MESES. (Ae fica a pergunta, se na sua visao tacanha Drauzio foi o culpado, pq o presibosta não é, já que até hoje, mesmo com mais de SEISCENTOS MIL óbitos ele mantém a MESMA ladainha?)

      (RISOS)

      Eu poderia ficar aqui contestanto fácil esse seu posto, mas tá bom. Já ri o suficiente da hipocrisia humana. Hahahahaha

      Enfim, o gado não muda, vai mugir a mesma coisa até se atirar do precipício.

      QUE DÓ. (MAIS RISOS)

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui