Polícia investiga possíveis ataques a escolas do RJ

Patrulhamento nas unidades de ensino tem sido intensificado em diversos pontos do estado

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Pmerj (Foto: Divulgação)

A polícia do Rio tem monitorado ameaças de ataques à escolas do Estado que, recentemente, vem circulado nas redes sociais. O Setor de Inteligência da Polícia Militar investiga e busca dados para identificar os autores das intimidações, enquanto a Polícia Civil instaurou um inquérito para apurar a existência de jogos virtuais ou “qualquer outro meio eletrônico que produzam conteúdos relacionados a possíveis atentados à unidades de ensino”. A medida foi determinada pelo governador Cláudio Castro.

De acordo com a PM, além das investigações, a Patrulha Escolar e outros tipos de policiamento seguem intensificando o patrulhamento em áreas de denúncia. Os Centros de Operações do Serviço 190 também seguem em alerta quanto às situações de emergência. Em um vídeo publicado neste domingo (09/004), o tenente-coronel Ivan Blaz tranquiliza profissionais de educação, alunos e responsáveis sobre as ameaças às escolas.

Adolescente é apreendido após tentar esfaquear colegas na colégio Manoel Cícero, na Gávea

“Para que todos fiquem tranquilos, principalmente as escolas, nós já estamos com policiamento preventivo estabelecido, já fizemos contato com as UPPs da área e estamos trabalhando em parceria com a direção das escolas. Então, fiquem tranquilos, que amanhã é segunda-feira, dia de aula”, declarou o comandante do 6º BPM (Tijuca).


Na manhã desta segunda-feira (10), há equipes da Patrulha Escolar e de Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) posicionadas em instituições de ensino dos bairros da Tijuca, Leme, Marechal Hermes, Campo Grande, Grajaú, Vila Isabel e Lins de Vasconcelos, na capital fluminense, além de escolas dos municípios de Campos dos Goytacazes e Casimiro de Abreu, no interior do Rio.

Advertisement

Leia também

Terminal Gentileza começa a operar para população; veja detalhes

Pedro Paulo cada vez mais certo como vice de Eduardo Paes – Bastidores do Rio

Estudante suspeito de planejar atentado a escola no Centro do Rio é apreendido após aviso da Interpol

Escolas do RJ terão ‘botão de pânico’ para evitar ataques

A rede de ensino estadual do RJ irá implementar um aplicativo com um “botão de pânico”, para evitar ou conter ataques em sala de aula. O governador Cláudio Castro (PL) apresentou o projeto, batizado de “Rede Escola”, nesta quinta-feira (30/03). O app deverá ser lançado ainda neste mês de abril.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Polícia investiga possíveis ataques a escolas do RJ

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui