Mais mendigos são presos por porte de armas brancas e drogas em Copacabana

Desta vez, mais 21 moradores de rua foram abordados pelas equipes do Copacabana Presente e da Superintendência da Zona Sul, quase todos com antecedentes criminais

Foto: Divulgação

Na manhã desta quinta-feira (12/01), o 19º BPM, em parceria com outros órgãos do Governo do Estado, como a equipe do Copacabana Presente e da Superintendência da Zona Sul – SEGOV, realizou uma grande operação pelas ruas do bairro e abordou 21 moradores de rua dentre os que ficam jogados pelas ruas do bairro. A maioria, como tem se tornado cada vez mais freqüente, possuía antecedentes criminais. Dois mendigos que estavam em plena Avenida Atlântica, na zona mais turística do Bairro, foram conduzidos para a 13ª DP e acabaram detidos por porte ilegal de armas e drogas.

As equipes, que vêm realizando operações constantemente em razão do alto número de crimes que vêm sendo perpetrados pela chamada “população de rua”, percorreram os Túneis Major Rubens Vaz e Sá Freire Alvim, as Praças Serzedelo Corrêa e do Lido, as Ruas Barata Ribeiro, Siqueira Campos e Figueiredo de Magalhães, além das Avenidas Nossa Senhora de Copacabana e a Avenida Atlântica. E foi bem na esquina da mais famosa avenida da cidade com a Rua Barão de Ipanema o local em que foram apreendidas nada menos que 10 armas brancas, além de entorpecentes como pinos de cocaína, “cachimbos” para consumo do crack, lâminas, entre outros. O fato ocorreu bem na frente de um dos mais importantes hotéis da cidade, o luxuoso Pestana Rio Atlântica.

Para o Superintendente da Zona Sul, Marcelo Maywald, o objetivo da ação é coibir todos os tipos de crimes e delitos praticados em toda a região, aumentando a sensação de segurança na localidade. Nesta esquina, diversas árvores em formatos diferentes acabam disfarçando a presença de criminosos como os que foram presos hoje, e tendo em vista a proximidade da escola Cocio Barcellos a região tem muitas crianças, cuja integridade física é especialmente ameaçada pela presença dos bandidos no local.

O trabalho em parceria com os policiais da área, é de suma importância para o êxito da operação que está sendo intensificada cada vez mais”, declarou.

Seguindo a determinação do Comandante Antônio Ludogero do 19° BPM, a Supervisão de Oficial, o FAT do batalhão, o Capitão Rosemberg, que comanda o Copacabana Presente e os órgãos de apoio, atuaram nos pontos mais sensíveis à mancha criminal. Foram efetuadas mais abordagens a outros indivíduos em atitude suspeita, além de busca e apreensão de armas brancas. Ao término da operação todas as facas apreendidas em poder dos criminosos, foram apreendidas, assim como as drogas.

O DIÁRIO DO RIO tem noticiado todo o tipo de crime cometido pela população de rua, desde ataques gratuitos ao patrimônio alheio, até o furto de todo o tipo de material para venda a ferros velhos. Em Botafogo, um mendigo atacou com socos e cotoveladas mulheres que saem do metrô, de forma gratuita e inesperada. Uma mulher teve o nariz fraturado num destes ataques.

Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. Mais uma das nojeiras do Rio. Até os mendigos daqui são bizarros.

    Inclusive, como esses caras conseguem comprar cocaína, uma droga cara? Com certeza é com grana fruto de roubos praticados por esse lixo social maldito, ou por esmolas que pessoas enganadas dão.

    Agora, um deles espancar mulheres na rua de forma aleatória, só mostra a maldade dessa gente. Se de alguma forma o cara tem raiva da sociedade, por que não espancou um cara grande e forte? Ou seja, sobretudo esses fdp são covardes de m….a.

    O correto é realmente prender esses trastes e deixar lá, na cadeia, até que morram, pois, pelo menos terão onde dormir e comer e a única violência que praticarão é contra eles mesmos. Dane-se.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui