Mureta da Urca lotada de pessoas neste domingo (26/04) - Foto: Reprodução/Internet

No último sábado (25/04), você leu aqui no DIÁRIO DO RIO que mesmo em meio ao constante aumento no número de mortes e casos confirmados de Coronavírus na cidade, a população carioca tem afrouxado a questão do isolamento social e ido mais às ruas.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

Neste domingo (26/04), um flagrante corroborou ainda mais com a situação. A Mureta da Urca, localizada no bairro homônimo da Zona Sul e um dos principais ”points” do Rio de Janeiro, recebeu diversas pessoas ao longo do dia.

Mais um flagrante de pessoas na Mureta da Urca neste domingo (26/04) – Foto: Reprodução/Internet

Mesmo com todos os decretos e recomendações de distanciamento divulgadas pelo Poder Público, pessoas foram vistas umas perto das outras, conversando e caminhando pela região como se fosse um dia típico.

Na manhã desta segunda-feira (27/04), o calçadão da Praia de Ipanema, na Zona Sul carioca, também foi visto lotado de frequentadores.

Pessoas circulando pelo calçadão da Praia de Ipanema na manhã desta segunda (27/04) – Foto: Reprodução/TV Globo

Ainda nesta segunda, o prefeito Marcelo Crivella divulgou um vídeo em suas redes sociais confirmando o aumento no número de pessoas nas ruas e dizendo que a utilização das máscaras de proteção, determinada oficialmente pela Prefeitura do Rio desde a última quinta (23/04), não é ”passaporte” para os cidadãos saírem de casa.

2 COMENTÁRIOS

  1. O povo não tem jeito não
    Uns se sacrificando no trabalho, como funcionários de mercados e farmácias, outros morrendo, como profissionais da saúde, e ainda tem gente que não está nem aí…
    Falta imposição de pena (multa) pelo Poder Público com progressividade na reincidência e até prisão para alguns casos que extrapolam totalmente do esperado

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui