Comércio ambulante na Rua Uruguaiana será oficialmente proibido, anuncia Prefeitura do Rio

Prefeito Eduardo Paes anunciou a medida nesta quarta (28), via redes sociais; governador Cláudio Castro aprova a ideia

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Comércio ambulante na Rua Uruguaiana, no Centro do Rio de Janeiro - Foto: Diário do Rio

O comércio ambulante na Rua Uruguaiana, região central do Rio de Janeiro, será oficialmente proibido em breve.

A decisão, tomada conjuntamente entre a Prefeitura e o Governo do Estado, foi anunciada pelo chefe do Poder Executivo carioca, Eduardo Paes, no início da tarde desta quarta-feira (28), via redes sociais.

”Conversei com o governador Cláudio Castro e tomamos a decisão de cumprir as regras do Município, que não permitem ambulantes na Rua Uruguaiana. Ou seja, nas próximas semanas, não serão mais permitidas a instalação de qualquer barraca ou ponto de comércio no espaço público”, escreveu o prefeito em sua conta no ”X”, antigo Twitter.

Paralelamente, Paes afirmou que o poder público tem provas concretas de que diversos celulares roubados no Rio são vendidos – ilegalmente – na Rua Uruguaiana (em outubro do ano passado, inclusive, houve uma operação na região relacionada ao tema).

Advertisement

O prefeito explicou também que a fiscalização na região ficará a cargo da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop).

”Não custa lembrar que temos fartas provas para mostrar que boa parte dos celulares roubados na cidade são comercializados ali [Rua Uruguaiana]. O secretário Brenno Carnevale ficará responsável por implementar as medidas necessárias para cumprir as determinações do prefeito e do governador”, concluiu.

Circulação impraticável e lojas fechadas

Em novembro de 2023, o DIÁRIO DO RIO denunciou um ”túnel azul” formado na Rua Uruguaiana. Trata-se de uma lona utilizada pelos camelôs locais, que tomaram a via, atrapalhando a circulação de pedestres.

O via acabou virando uma espécie de ”shopping” irregular a céu aberto, prejudicando, inclusive, o comércio formal da região, com muitas lojas não resistindo e encerrando atividades.

A situação gerou críticas, por exemplo, do vereador Dr. Rogério Amorim (PSL), que opinou sobre o assunto em coluna no DDR.

Feira de Acari

Em 23/01 deste ano, em decisão similar à desta quarta, a Prefeitura do Rio proibiu a realização da Feira de Acari, na Zona Norte da cidade.

Como justificativa para a decisão, o Poder Executivo carioca cita a necessidade de ordenar e desobstruir a região, além do combate a eventos ilegais – sem autorização municipal -, à venda de produtos sem procedência e ao crime organizado.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Comércio ambulante na Rua Uruguaiana será oficialmente proibido, anuncia Prefeitura do Rio
Advertisement

10 COMENTÁRIOS

  1. Com o tráfico de drogas e com os marginais armados na favela eles não acabam, agora tirar o ganha pão de quem quer levar a vida trabalhando honestamente eles fazem.

  2. Se é para organizar, faça também em outros bairros…aonde não se pode andar livremente nas calçadas pois estão tomadas por ambulantes e até mesmo os comerciantes…exemplo: Madureira , mas lá Dudu não vai pois é o bairro do samba e da sua escola Portela.

  3. Oxi! Mas quando o Dudu acabou com a Feira de Acari criticaram pq ele manteve a Uruguaiana do jeito que é…

    Agora quando faz uma ação de ordem na Uruguaiana recebe críticas também pq essas atividades ilegais vão para outro lugar.

    Críticas ao governador responsável pela segurança pública? Zero.

    Vou te contar, heim!…

    Espero que essa ação também contemple a Pavuna e as estações de trem e metrô. Campo Grande e Central também merecem atenção.

    Caxias e Nova Iguaçu fica por conta dos seus prefeitos e governador.

  4. Me diga quantas tentativas já foram realizadas todas sem sucesso , essa sera mais uma. Os ambulantes vão se espalhar pelas redondezas até a poeira abaixar ai volta tudo novamente como das outras vezes.

  5. Mais do que isso, poderiam PRENDER esses receptadores e ladrões de celulares que todos sabem que estão por ali!!!! Mas né, estamos no governo que quer HUMANIZAR os pequenos delitos… coisa linda

  6. tinha um podrão natural light no entorno da rodoviária e a prefeitura proibiu. era muito gostoso. vinha empacotado no plastico bem legal, por 6 reais. to com sudades.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui