Pichadores emporcalham o tricentenário Arco do Teles, no Centro da cidade

Não é de hoje que a área sofre com a ausência de fiscalização e zelo por parte do Poder Público

Pichações feitas no Arco do Teles, local histórico da cidade do Rio de Janeiro, foram registradas pela equipe do DIÁRIO DO RIO nesta terça-feira, 11/10. As pichações foram feitas sobre as pedras de cantaria, que estão dentre as mais antigas da cidade.

Não é de hoje que a área sofre com a ausência de fiscalização e zelo por parte do Poder Público. O Arco é a entrada de uma via chamada Travessa do Comércio, que liga o largo do Paço Imperial à rua do Ouvidor. Além das pichações, o arco – tombado nos anos 30 pelo IPHAN – carece também de pintura e limpeza. Suas paredes não são pintadas há anos.

Em maio deste ano, o DIÁRIO DO RIO publicou que uma leve chuva deixou o local alagado. Porém, a Prefeitura e a Concessionária Águas do Rio fizeram grandes obras no local, que, segundo ambos, eliminou definitivamente os alagamentos no local, causados por galerias entupidas. Outro problema frequente na região é a invasão de imóveis, também com registros feitos no DIÁRIO.

A sede do DIÁRIO DO RIO fica no Arco do Teles. Obra do engenheiro João Fernandes Pinto Alpoim, o Arco foi construído em meados do século XVIII para ligar a antiga Praça do Carmo, hoje Praça XV, à Rua da Cruz, atual Rua do Ouvidor.

A Prefeitura informou que a Comlurb dispõe de um produto especial para a remoção da pichação, dando a entender que solucionará o problema.

Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. Mas onde estão os guardas municipais?
    Ali tem a praça XV…
    Uma região como essa passando pela Candelária até o Porto Maravilha, conhecida como Boulevard Olímpico, de interesse turístico deveria ser protegida 24 horas…
    Abordagem a grupos e pessoas na rua em atitude suspeita, que se flagrados com latas de spray de tinta com sinal de uso recente deveriam imediatamente ser conduzidas à delegacia para esclarecimentos.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui